Home Quem Somos Opinião Contactos
A Colecção de Jóias de Marta Ortigão Sampaio – A festa da cor
A joalharia portuguesa do século XVIII atingiu uma grande exuberância quer pela forma das peças, quer pelo uso de gemas variadas, de avultados quilates mas de baixo custo, provenientes do Brasil. Genuinamente portuguesa, tem grande efeito cénico, utilizando pedras como: granadas, águas-marinhas, quartzos hialinos, diamantes, rubis, esmeraldas, topázios, ametistas, crisoberilos e recorrendo a dobletes e a folhetas coloridas que acentuavam a cor das jóias. As peças variavam desde jóias de toucado aos colares, dos pendentes às pulseiras e anéis, passando por brincos, guarnições de corpete, condecorações de Ordens Militares e atributos da imaginária religiosa.
  Como utilizar o percurso
Este percurso convida-o a explorar um tema específico.
Para além de uma introdução, encontrará curiosidades, informação sobre pessoas e datas relevantes e dicas para saber mais sobre o tema.
- Na planta do museu estão assinaladas as peças seleccionadas.
- Clicando em "Porquê Nós?" descobrirá como é que cada peça se relaciona com o tema.
- Se clicar em determinada peça, poderá conhecê-la, olhá-la e relacionar-se com ela de diversas maneiras.

Aventure-se neste percurso!
Copyright Porto Digital 2006 - Todos os direitos reservados