Home Quem Somos Opinião Contactos
B.I. da peÇa

Biombos Namban

Onde estou
Outras PeÇas em destaque
Descrição
Integrados na pintura de género, com uma nova temática contemporânea praticada no Japão durante o período artístico de Momoyama, os Biombos Namban foram executados aos pares, em composições de organização narrativa. Iniciada com a representação de uma nau portuguesa que periodicamente chegava a um porto daquele país, a sequência revela o movimento da tripulação desembarcando as mercadorias no cais. No segundo biombo é retratada a actividade mercantil, com uma perspectiva das lojas da cidade, terminando a composição com a representação dos edifícios da missão portuguesa.
ColecÇÃo
Mobiliário
Data
Cerca de 1600-1610
Local execução
Japão
Materiais
Pintura a têmpera, papel de amoreira, folha de ouro, grade de madeira lacada e ferragens de cobre dourado.
Função
Geralmente usados aos pares, eram utilizados em múltiplas situações, colocando-se no topo da hierarquia o seu uso em cerimónias de coroações imperiais, como fundo das figuras imperiais, sendo também usados por detrás de shoguns e daymios, em cerimónias de recepções oficiais, ou ainda em ambientes domésticos, onde detinham uma função de peças de conversação.
Núcleo
Arte Oriental
Autor
Escola de Kano/Autor Desconhecido
Proveniência
Aquisição em Tóquio, 1955.
Medidas
Altura: 170 cm
Largura: 370 cm
Profundidade: 2 cm
Técnicas
Pintura a têmpera, papel revestido a folha de ouro; moldura de madeira lacada.
NÚmero de inventÁrio
864 e 865 Mob MNSR
A destacar
A representação por artistas nipónicos da presença dos portugueses no Japão, primeiros europeus a alcançarem aquele país cerca de 1543, é um testemunho documental e artístico raro, de uma realidade histórica a que o pincel detalhista confere a espontaneidade e vivacidade de um relato.
Copyright Porto Digital 2006 - Todos os direitos reservados